O verdadeiro significado da comunhão

“Todos os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum” (Atos 2:44).

11 de outubro de 2019   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação PVN de Vilar

 

Comunhão é uma palavra que os cristãos costumam usar com muita frequência. Mas você sabe o que comunhão significava nos tempos em que a Igreja de Jesus estava sendo estabelecida? A palavra “comunhão” descrita em no Livro de Atos capítulo 2, vem do grego “koinonia”. É uma palavra muito complicada de se traduzir por causa da sua grande quantidade de significados. Ela pode significar “comunhão”, “socializar”, “comunidade”, e “amizade”.

Porém, comunhão significa muito mais do que socializar. Qualquer um pode fazer isso. A verdadeira ideia por trás da comunhão é nos reunirmos para falar das coisas de Deus. E Deus se alegra quando falamos dEle uns com os outros. O profeta Malaquias escreveu:

“Depois aqueles que temiam ao Senhor conversaram uns com os outros, e o Senhor os ouviu com atenção. Foi escrito um livro como memorial na sua presença acerca dos que temiam ao Senhor e honravam o seu nome” (Malaquias 3:16).

Na língua original, a palavra “ouviu” significa “se inclinou”. Ou seja, quando as pessoas se reúnem e falam das coisas do Senhor, Ele se inclina para ouvir.

Comunhão é orar, servir e ajudar em união. E também significa crescer, morrer e ir para o céu em união. É tudo o que fazemos juntos como família de Deus. Comunhão com Deus e comunhão uns com os outros são coisas que caminham unidas. Quando você anda com Deus, você quer estar com pessoas de Deus. E se você não quer estar com pessoas de Deus, talvez não esteja caminhando com Ele como imagina. Lembre-se: quanto mais próximo você está do Senhor, mais próximo você estará das pessoas de Deus e mais vai querer influenciar outras pessoas a entregarem suas vidas a Ele.

Notícias relacionadas