O Rei Leão e o Reino de Deus – Seu casamento é Hakuna Matata?

Se você casou, você vai precisar se esforçar pra fazer isso dar certo. Entenda que você se torna eternamente responsável por tudo aquilo que cativa. (Saint Exupéry)

30 de julho de 2019   /   Categoria:   /   Escrito por: Pra. Marcele Carvalho

 

Hoje tive a agradável experiência de ver o novo filme do Rei Leão com a minha família. Uma produção cheia de excelência que faz a gente voltar no tempo. No meu caso, muito tempo mesmo! Há vinte e cinco anos atrás eu não tinha nem filhos. Estava perto de casar. Mas é claro que quando os filhos nasceram cantaram Hakuna Matata e o ciclo sem fim…
Nessa época, cantar Hakuna Matata fazendo parte da igreja era praticamente uma heresia, assim como cantar Ratimbum. Você poderia estar amaldiçoando os seus filhos ou atraindo maus espíritos para a sua casa. (Risos)

Hoje revendo o filme concordei com algo: Hakuna Matata pode realmente ser muito prejudicial à sua família. Pude notar que temos vivido uma geração de Hakunas Matatas.

Pra quem não lembra Timão e Pumba criaram esse lema para a vida. Hakuna Matata quer dizer algo como : não se preocupe.
Aparentemente isso soa bem. Deus nos instrui a não nos preocuparmos, porém, essa despreocupação aqui ensinada ao Simba é aquela que vem embutida o não se programe, não se planeje. Nas palavras dos próprios personagens: não se responsabilize por ninguém, nem por coisa alguma, cuide só de si mesmo. O que eu faço não afeta os outros.
Como esse modo de viver é atual!
Quantas pessoas vivendo assim! Dou conta de mim, me importo comigo, quero ser feliz e ter prazer: “Isso é viver, é aprender Hakuna Matata…”

Imagine alguém tentando viver assim num casamento…Não há nada mais destruidor.
Se você casou, você vai precisar se esforçar pra fazer isso dar certo. Entenda que você se torna eternamente responsável por tudo aquilo que cativa. (Saint Exupéry)

Não descarte o seu cônjuge. Tem pessoas que estão vivendo um casamento Hakuna Matata. Sem se preocupar, sem se importar. Este relacionamento está fadado ao fracasso.
Amor é entrega; é doação; é abrir mão; pensar no que é bom para o outro; o que faz o outro sentir-se bem, acolhido, respeitado. Casamento não é sobre si. É sobre o outro.

Não há espaço para o egoísmo na vida a dois. Alguém se sentirá muito infeliz e anulado e é por essa razão que muitas uniões entram em colapso.

No filme, até mesmo os despreocupados Timão e Pumba, amadurecem, repensam e no final cooperam com uma causa que não era deles, mas se tornou, por conta da amizade com o jovem leão Simba.
Se até o Timão e o Pumba amadureceram, não seria a hora de você amadurecer também?

Relacionamentos Hakuna Matata, não são duradouros, não suprem a necessidade do ser humano de pertencer, de ser amado. E mais , não se parecem em nada com o que Deus espera de nós.

O marido deve amar a esposa a ponto de se entregar por ela, e a esposa deve se submeter ao marido, assim como a Igreja se submete a Cristo. (Ef. 5:24,25)
Leia-se: comprometimento total e irrestrito. Esse é o resumo do casamento.

Simba tinha se envolvido com essa história de viver sem preocupações por causa das feridas na alma, por causa da perda, da vergonha, da culpa, da frustração. Muita gente entra por esse caminho pelo mesmo motivo. Frustrado com pessoas, com relacionamentos antigos, esquecem sua verdadeira identidade, permitem-se marcar a um nível tão profundo, que ao olhar-se no espelho só enxergam um ninguém.

Será que você já pensou isso de si mesmo? Quem eu sou? Ninguém. O que eu mereço? Nada. Simba esqueceu até da sua história, de quem era o seu pai, do legado que ele tinha passado, das promessas que ele havia recebido.

Quem entra nesse estágio, está impossibilitado de amar alguém de verdade. Essa pessoa não consegue se comprometer a não ser que, a identidade seja fortalecida.

Simba é levado a olhar para o céu e enxergar seu pai. Ele então se lembra das palavras dele e ganha forças para fazer o que precisava ser feito. Ele se lembra que é filho de Mufasa e que tem uma missão a cumprir e um legado a desfrutar.

Essa história se parece muito com a nossa própria história. Longe de Deus, esquecemos quem somos, esquecemos do propósito da nossa vida. Mas assim que temos uma experiência com Deus, assim que nos lembramos de nossa paternidade, que recebemos nossa herança espiritual, tudo muda. Você então recebe forças pra lutar pelo que é seu de fato.

Simba luta e toma o lugar que é dele por direito. Tudo retorna ao lugar e todos são beneficiados pelo posicionamento dele.

Quando você faz o que precisa ser feito a benção recai sobre todos; quando você vive uma vida baseada nos ensinamentos do seu Pai, a benção te alcança e toda a sua família desfruta disso também.

Rejeite essa vida descompromissada, que só valoriza a si mesmo, que não se importa com o outro.
Ame ao próximo como a si mesmo, (Mc. 12:30,31) e prepare-se pra viver um casamento pleno, não perfeito.
É isso o que Deus tem para nós.

Com amor, Marcele Carvalho.

É casada com Cristiano, mãe de Isaac e Isabella. Autora dos livros "O caminho da felicidade" e "Manual da esposa cristã". Tem se destacado no ministério com mulheres e famílias.

Notícias relacionadas

 

Sexo é coisa muito Séria

Atualmente estamos vendo o desdobramento de uma noite de sexo descompromissado vivida entre uma modelo e o famoso jogador de futebol Neymar. O que eles viveram é apenas o reflexo dos nossos dias. É isso que acontece deliberadamente entre milhares de casais. Herança do movimento feminista que impregnou nas mulheres a ideia de que nós… Leia mais