O quanto mais você ainda pode suportar?

As piores batalhas que enfrentamos são as internas, as que acontecem dentro da mente. Quantas mentiras carregamos ao longo dos anos acreditando ser a mais pura verdade!

15 de dezembro de 2017   /   Categoria:   /   Escrito por: Pra. Marcele Carvalho

 

Estes últimos dias tem sido dias difíceis.  Pressões de todos os lados; cobranças demasiadas; a obrigação de ter “sucesso” e de levar uma vida extraordinária está roubando de nós os detalhes mais lindos e simples da existência humana.

Insatisfação define a humanidade. Queremos sempre mais! O mega power ultra novo lançamento do  smartphone que você compra tem prazo de validade de uns seis meses. Logo, logo, outro smartphone é lançado o que te deixa obsoleto e desatualizado. Assim gira o mundo e no afã de ter, esquecemos de ser.

Quando foi a última vez que você sentiu a chuva molhar o seu cabelo e não se chateou com isso? Qual foi a última vez que você contemplou o céu e se maravilhou diante de tanta grandeza?

Quando você vai a praia você se delicia com a paisagem e o som das ondas ou se preocupa com as gordurinhas sobressalentes ou com o maiô (ou calção) que já está velho do verão passado? Você desfruta das suas amizades ou está sempre achando que vão trair você?

Precisamos colocar o nosso foco no Senhor. Olhando para Ele todo o resto é pequeno demais!

O número do suicídios tem aumentado assustadoramente! Quanta dor o ser humano precisa suportar dentro de si para desistir de tudo? Para não enxergar nenhuma solução? Quanta cobrança, angústia e desespero pode suportar uma pessoa?

Alguém disse que a gente se mata para não ter que matar todos os outros; Há uma outra frase conhecida que diz: “Morreu sufocado das palavras que nunca disse.”

As piores batalhas que enfrentamos são as internas, as que acontecem dentro da mente. Quantas mentiras carregamos ao longo dos anos acreditando ser a mais pura verdade!
“- Eu não consigo; eu não aprendo; tudo pra mim é mais difícil; eu queria ser como o outro; se eu tivesse o que o outro tem minha vida seria diferente; eu sou assim mesmo e pronto, quem quiser que ature”. E por aí  vai.

Estes são  apenas alguns pensamentos que podem amarrar a nossa vida e minar todo crescimento. Pensamentos nos destroem ou nos promovem. Toda pessoa carrega dentro de si belezas. Nossas marcas externas só deveriam servir para nos lembrar o quanto nós suportamos até aqui.

Cada ruga de expressão conta a sua história de superação e sobrevivência.  A verdadeira beleza está dentro, guardada e algumas vezes escondida. Só precisamos olhar; olhar com atenção para o outro. Tirar o foco do nosso próprio umbigo. Porque batalhas todos nós temos, só mudam os endereços.

Está difícil pra você? Pro seu irmão também está. O mundo não gira em torno de você e das suas dores. Pare de carregar a “sua depressão ou síndrome” como se isso fosse um troféu. Existem pessoas que se escoram num diagnóstico médico e se tornam um peso para todas as outras. Meu respeito a todas as pessoas que passam por esse quadro, mas que se recusam a permanecer nele. Creia, você vai superar isso!

Mas para aqueles que usam uma doença como desculpa para todos os fracassos da vida fica o alerta: olhe para os lados, porque o sofrimento não é uma dádiva apenas sua.

Não deixe que as tristezas, frustrações e decepções roubem o brilho do seu olhar. As sagradas escrituras nos orientam a sermos como crianças, é disso que precisamos. O adulto não perdoa; não dá uma nova chance. A criança logo esquece o aborrecimento e começa tudo outra vez! Em geral, crianças são gratas. Ficam felizes com pouco.

Quando eu saía para trabalhar e deixava  minha filha caçula com a avó, sempre que eu voltava eu me escondia e cantava pra ela uma canção: “Você é linda demais, perfeita aos olhos do Pai, alguém igual a você não vi jamais…” e todas as vezes ao ouvir a minha voz, ela celebrava com alegria, batia palminhas, seus olhos brilhavam! Ela não se cansava da mesma surpresa, da mesma brincadeira.

Nós nos cansamos. Nos cansamos do outro e das mesmas circunstâncias e aquilo que no início pra você era um presente torna-se um fardo. Deixe que o Espírito Santo ajuste sua visão e o seu coração. Dessa maneira você se tornará cada dia mais belo!

Quero orar por você. Se você se identificou com o texto e anda se sentindo sufocado, pressionado, saiba que Jesus ainda alivia os nossos fardos. Marque seu nome aqui. Nós vamos orar e Deus vai responder! Ele te enviará alívio e descanso.

É casada com Cristiano, mãe de Isaac e Isabella. Autora dos livros "O caminho da felicidade" e "Manual da esposa cristã". Tem se destacado no ministério com mulheres e famílias.

Notícias relacionadas

 

Devocional – Nossa Propriedade Atual: Paz

Muitas das bênçãos que a Bíblia promete ainda estão em nosso futuro. A esperança do Céu e nossos novos e maravilhosos corpos da ressurreição ainda estão à frente. Mas e a paz de Deus? Essa é nossa propriedade atual. Ela nos pertence aqui e agora. Desde o primeiro momento em que colocamos a nossa fé… Leia mais

 

Devocionais – A Oração Traz Paz

“Na noite anterior ao dia em que Herodes iria submetê-lo a julgamento, Pedro estava dormindo entre dois soldados, preso com duas algemas, e sentinelas montavam guarda à entrada do cárcere.” (Atos 12:6) Apesar de estar acorrentado entre dois soldados romanos e enfrentar a possibilidade de execução no dia seguinte, Pedro dormiu (ele provavelmente foi o… Leia mais