“Não permitiremos que o ódio e a vingança nos alcancem”, diz parlamentar cristão do Sri Lanka

Um parlamentar deu seu testemunho, mesmo com a ameaça de novos atentados que estariam sendo planejados por terroristas que continuam no país, escondidos. O clima de tensão é forte, já que a Igreja Católica cancelou missas no último final de semana.

2 de maio de 2019   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

O ataque terrorista contra os cristãos no Sri Lanka matou centenas de fiéis, mas não abalou a fé em Jesus dos sobreviventes. A Missão Portas Abertas nos EUA vem colhendo relatos e informações sobre o impacto do caso na comunidade, e as notícias são animadoras.

Um parlamentar deu seu testemunho, mesmo com a ameaça de novos atentados que estariam sendo planejados por terroristas que continuam no país, escondidos. O clima de tensão é forte, já que a Igreja Católica cancelou missas no último final de semana.

De acordo com a BBC, os funerais dos cristãos mortos nos atentados no domingo de Páscoa continuaram a ser realizados. Já a Portas Abertas relata que seus missionários participaram de alguns dos funerais, ajudando a consolar as famílias das vítimas no Sri Lanka.

O governo do país vem enfrentando muitas questões, como acusações de negligência por ter recebido alertas sobre os atentados e não ter se mobilizado para prevenção dos ataques e como abordará os problemas de segurança em andamento.

No entanto, um testemunho de um parlamentar ajudou a levantar a moral dos sobreviventes: “Eu sou cristão e compartilho da tristeza da Igreja no Sri Lanka neste momento”, disse M. Abraham Sumanthiran. “Cremos em Jesus Cristo, que veio a este mundo, sofreu como nós e levou sobre todo o pecado e foi crucificado injustamente. Mas ele venceu todo o mal através do amor sacrificial, que é o que celebramos na Páscoa: o dia da ressurreição. Estamos sofrendo, mas ainda assim não permitiremos que o ódio e a vingança nos alcancem. Só posso citar o Rev. Jude Fernando, que estava celebrando a missa de Páscoa na Igreja de Kochchikade St. Anthony quando a explosão aconteceu”, afirmou.

“Ele dizia: ‘Nós amamos a paz. Nós perdoamos. Nosso Deus é um Deus de paz, ele não é um Deus de vingança. Nós nos amamos, nós perdoamos”, lembrou Sumanthiran.

A Missão Portas Abertas nos EUA pediu que os cristãos de todo o mundo continuem orando pela Igreja Perseguida: “Ore pelo Sri Lanka e por nossos irmãos e irmãs lá. Ore para que eles possam sentir a esperança e o conforto de Deus. Ore para que eles possam praticar o perdão de Jesus. E ore para que a justiça seja feita, que os perpetradores sejam encontrados e impedidos de atacar outras pessoas”, concluiu a nota.

Notícias relacionadas

 

Atentado a Cristãos na Páscoa deixa 290 mortos e 500 feridos

O número atualizado de mortos na manhã desta segunda-feira, 22 de abril, chegou a 290 de acordo com as autoridades locais, enquanto os feridos já somam 500.  A série de explosões, seguidas, atingiu igrejas em todo o território, incluindo o Santuário de Santo Antônio, localizado na cidade de Colombo, capital do Sri Lanka. De acordo… Leia mais