Grupos Familiares – Revelação: A principal credencial para delegação de autoridade

Este estudo para Grupos Familiares tem como objetivo entendermos que quem é autoridade delegada por Deus não deve dar ouvidos à calúnias e ter como revelação que é autoridade que está sobre ele é para representar a autoridade de Deus

4 de dezembro de 2018   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

Estudo XLI – (04/12 – 08/12)
Tema: A principal credencial para delegação de autoridade:Revelação
Texto Bíblico: Números 12:1-9

Objetivos:

  • Entender que quem é uma autoridade delegada por Deus não deve dar ouvidos a palavras caluniosas.
  • Ter como revelação que a autoridade que está sobre ele é para representar a autoridade de Deus.

 

Introdução:

No Antigo Testamento,nenhuma autoridade delegada por Deus foi maior que Moisés. Ele recebeu ordens diretas de Deus que foram desafiadoras; libertar o povo de Israel do Egito. Só que antes de ser chamado ele não estava nenhum pouco preparado para esta missão. Não tinha uma revelação a respeito da autoridade de Deus, era um homem que vivia no âmbito do natural, na capacidade humana. Usaremos o seu exemplo focando na sua reação quando sua autoridade foi transgredida e rejeitada. Este estudo tem o propósito de mostrar que a revelação é a principal credencial para ser uma autoridade delegada de Deus.

 

1º – Não dê ouvidos a palavras caluniosas.

Perguntaram a Moisés:Só você fala em nome de Deus? Você casou com uma mulher Etíope (Ela não era pertencente a uma das tribos de Israel). Deus também não fala por nosso intermédio?
A bíblia, sobre esses acontecimentos, simplesmente registra: “E o Senhor ouviu isso”(v2). Deus ouviu a calúnia e no v4 Deus agiu chamando os três a TENDA DO ENCONTRO (esta tenda ficava afastada do arraial, ali Deus se encontrava com Moisés numa coluna de nuvem e Moisés falava ao povo-Ex33:7).Entre o v2 e 4 há o v3 onde registra que Moisés era o homem mais manso (paciente) sobre terra.

Quem deseja ser porta voz de Deus e quer ajudar seus irmãos e irmãs deve aprender a não dar ouvidos a calúnias. Deixe que Deus se encarregue de ouvir. Vingança ou defesa ou qualquer outra reação deve proceder de Deus, não do homem. Cristo que foi a maior autoridade sobre a terra e exemplo de submissão não ficou se defendendo.

 

2º – Revelação: Uma credencial de autoridade

“Imediatamente o Senhor disse a Moisés, a Arão e Miriã: Dirijam-se a Tenda do Encontro, vocês três”.(*imediatamente sig. sem demora) .Arão e Miriã devem ter ficado contra Moisés muitas vezes e Deus, abruptamente, convocou os três à tenda (v4). Muitos que se rebelam contra a autoridade o fazem fora da tenda (Igreja), é conveniente e fácil criticar em casa, no Facebook ou no Whatsapp etc. Mas, mesmo assim, tudo será esclarecido na Tenda do Encontro (Igreja). Quando Deus disse “ouçam as minhas palavras” (v6) Arão e Miriã estavam ouvindo Deus diretamente pela primeira vez e não foi uma revelação, mas uma repreensão e julgamento de conduta.

O estabelecer autoridade é algo que pertence ao domínio de Deus e foi Ele que estabelecera Moisés e só Ele poderia rejeitá lo. Precisamos aprender a não lutar e nem falar por nós mesmos. Não devemos nos alistar nas fileiras de Arão e Miriã na luta pela autoridade e sim seguir o exemplo de Moisés que entendia e possuía a revelação do que é ser uma autoridade delegada de Deus.

 

Conclusão:

Neste estudo aprendemos que o episódio que envolveu Arão, Miriã e Moisés depois de libertos e rumo a terra prometida, houve uma desavença que envolveu a autoridade delegada de Deus. Moisés enquanto estava no Egito (para nós o mundo) foi bastante violento; matou um egípcio e repreendeu os israelitas. Vivia na força natural, humana e carnal. Deus não podia usá-lo, só depois de passar provações e amansar é que Deus se revelou, como o Deus de Israel, e pode usá-lo.

Concluímos que pela revelação a respeito do que é autoridade delegada é que Deus nos credencia a exercer autoridade e nossa conduta precisa estar em linha ou semelhante ao caráter humilde de Moisés.

 

Interação:

  • Quando caluniado você tem se mostrado paciente como Moisés?

  • Qual tem sido seu entendimento sobre autoridade?

 

Bibliografia:

Nee,Watchmam-Autoridade Espiritual. Tradução Yolanda M.Krievim
4.Ed./São Paulo:Ed.Vida 2009
A Bíblia Sagrada Revista e Atualizada 2.Ed./São Paulo.Sociedade Bíblica do Brasil
Estudo XLI para Grupos Familiares PDF

Notícias relacionadas

 

Grupos Familiares – Zelo

Estudo XXXIX – ( 05/11 a 09/11) Tema:Zelo. Texto Bíblico:II Coríntios 11. 1-3 Objetivos: Estabelecer o zelo como principio de Deus. Compreender a importância do zelo pela palavra de Deus.   Introdução: Paulo escrevendo a igreja de Corinto, fala dos problemas que ela estava enfrentando. Pessoas que se achavam superiores estavam contaminando a igreja. Paulo precisa citar… Leia mais