Grupos Familiares – Qual o Seu Plano?

Este estudo tem como objetivo entendermos a necessidade de fazermos planos para termos uma vida bem sucedida e reconhecermos a importância de colocarmos Deus no centro dos nossos planos.

26 de fevereiro de 2019   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

Estudo VI (25/02 a 01/03)
Tema: Qual o seu plano?
Texto Bíblico: Jeremias 29:11

 

Objetivos:

  • Entender a necessidade de fazer planos para ter uma vida bem sucedida.
  • Reconhecer a importância de colocar Deus no centro dos nossos planos.

 

Introdução:

Temos como definição de plano : “Trata-se de um conjunto de disposições necessárias para executar um projeto.” Nós também temos que ter planos, não podemos viver a vida sem foco, sem projeto, sem estratégia e sem planejamento. Quem não faz planos, não tem perspectivas de vida e não poderá ser bem sucedido. Este estudo nos mostra  que a vontade de Deus é que façamos planos e que Ele esteja no centro do que planejamos.

 

1º – Deus tem planos para nós ( V.11)

Este versículo  fala que Deus nos conhece e tem bons planos para nós. O plano Dele é sempre o melhor mesmo se não entendemos. Sabemos porém que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam ( Rm. 8.28).  Deus vê o nosso amanhã antes que ele se torne nosso hoje. A bíblia é muito clara quanto aos planos de Deus para nós desde a criação. Quando confiamos na perfeição dos planos de Deus para nossas vidas, entendemos que Seus pensamentos são de paz e de bem para nós. Ele é um  Deus de ordem, que planeja e nos ensina a importância de também planejarmos. Só assim, estaremos preparados para receber o Seu melhor em nossas vidas.

 

2º – Precisamos planejar e colocar Deus no centro de nossos planos ( Gn. 41)

Planejar é uma arte. Dizem que “ Quem faz um bom planejamento já realizou 50% das tarefas a serem desenvolvidas. O Senhor quer que façamos planos e nos empenhemos para  colocá-los em ação e prática. José é um exemplo de pessoa que planejava . Mesmo vivendo um contexto de injustiça e escravidão, ele planejou e se preparou. Aprendeu a escrita do Egito, se dedicou em suas tarefas e buscava a Deus colocando o Senhor no centro de seus propósitos. Apesar das circunstâncias desfavoráveis, ele tinha planos e não desistiu. O texto  relata a nomeação de José para governador quando ele interpretou o sonho de Faraó. A oportunidade surgiu para ele. Apesar de ser talentoso, o que colocou José em lugar de honra foi o preparo para realizar seus planos. “ O plano pareceu bom para Faraó…” (v. 37).  José tinha uma vida de planejamento e todos os seus planos tinham Deus no centro, por isso,  José  prosperou e foi exaltado.

 

Conclusão:

A vontade de Deus para nós é que tenhamos uma vida com propósitos e planos. Precisamos planejar e nos esforçar para realiza-los. Qual é o seu plano? É importante que o Senhor esteja no centro desse plano. “ Ao homem pertencem os planos, mas do Senhor vem a resposta certa.” ( Pv. 16.1). Planos bem sucedidos são aqueles que tem a benção de Deus, só assim não serão frustrados e  esquecidos diante das dificuldades.  Jesus tinha um propósito aqui na terra : Cumprir os planos de Deus. Nenhuma circunstância contrária fez com que Ele desistisse ou esquecesse da Sua missão. Prossigamos para o alvo sem desistir. No tempo certo, o Senhor nos dará aquilo que foi planejado de acordo com Sua vontade e viveremos uma vida bem sucedida  glorificando o nome de Dele.

 

Interação:

  • O que você tem feito para realização dos seus planos? 
  • Você colocou Deus no centro dos seus planos? 
  • Se Deus te abençoar com uma grande oportunidade, você está preparado como José?

 

Bibliografia:

Palavra ministrada pelo Pr. Cristiano Carvalho no culto  de inauguração do templo, na noite de domingo no dia  24/02/19.
Estudo elaborado pela Dca. Sílvia França.
Arquivo PDF para download: Grupos Familiares VI

Notícias relacionadas

 

Grupos Familiares – Deus toma posse do Templo

Estudo: VIII – (18 a 22/03/19) Tema: Deus toma posse do templo Texto Bíblico: II Crônicas 5.11 Objetivos : Refletir sobre a importância da santificação e do servir a Deus no templo. Promover a unidade do corpo e reconhecer que ela é necessária  para atrair a presença do Altíssimo.                … Leia mais