Grupos Familiares – O Inimigo Interior

Este estudo para Grupos Familiares tem como objetivo entendermos que a dúvida é um inimigo que quer nos paralisar e impedir o cumprimento da promessa de Deus em nós e identificarmos as cinco verdades sobre a dúvida

7 de agosto de 2018   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

Estudo XXVI – (06/08 a 10/08)
Tema – O inimigo Interior
Texto Bíblico – Tiago 1.5-8

Objetivos:

  • Entender que a dúvida é um inimigo que quer nos paralisar e impedir o cumprimento da promessa de Deus em nós.
  • Identificar as cinco verdades sobre a dúvida.

 

Introdução

Existe um adversário invisível que está dentro de nós, e ele precisa ser enfrentado e derrotado para que possamos viver o milagre que precisamos. Esse inimigo opera constantemente em nosso interior. Ele se chama DÚVIDA. Ela tem o poder de destruição, a dúvida traz incertezas, ela é contrária a fé. A dúvida é invisível , e é um elemento de desqualificação instantânea das nossas metas e objetivos. Este estudo apresenta cinco verdades sobre a dúvida que precisamos identificar e combater. São elas:

 

1- A dúvida entra em nossa vida quando damos atenção a palavras contrárias a vontade de Deus ( João 12.37).

 “Ainda que tivesse feito tantos sinais diante deles, não creram Nele…”(Jo. 12.37). “E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade.”(Hb. 3.19). Os textos citados nos mostram situações de incredulidade, pois as pessoas deram mais atenção as circunstâncias contrárias do que a promessa de Deus. A multidão estava com Jesus, mas duvidou que Ele era o Filho de Deus. É provável que as palavras contrárias cheguem aos nossos ouvidos, muitas vezes serão ditas por quem está perto de nós. Porém, não podemos deixar a dúvida entrar em nossos corações e em nossas vidas, ela quer nos roubar a certeza do que Deus nos prometeu, daquilo que

 

2- A dúvida entra por meio de conversas que enfatizam o fracasso.

Quando entregamos nossas vidas a Jesus, o tempo de fracasso não faz mais parte da nossa história. Conversas sobre fracasso vão gerar fracasso. A bíblia diz que a palavra tem poder para ferir e para curar ( Pv. 12.18). Nossa conversa tem que falar de vida e não de fracasso e derrota. O fracasso gera a dúvida e essa mente para nós. Palavras que enfatizam o fracasso não podem fazer parte do nosso vocabulário. Nós temos o Senhor e conhecemos Sua palavra que diz através do Apóstolo Paulo : “Posso todas as coisas Naquele que me fortalece.”( Fl. 4.13). Paulo não tinha dúvidas sobre a bondade do Pai, ele não deu ouvidos a conversas de fracasso.

 

3- A dúvida entra em nossos corações por meio de amizades e vãs conversações ( Números 14. 1 e 2).

O texto deixa claro que o povo deu atenção à maioria descrente, e, deixando-se levar pela emoção do desapontamento e pelas vãs conversações, esqueceram-se de tudo o que haviam aprendido sobre as promessas de Deus. Concluiu que não podia entrar em Canaã, e se voltou contra Moisés e Arão. Queriam voltar ao Egito, declarando que nunca deviam ter saído de lá. Não pensaram nas dificuldades que teriam de enfrentar para voltar, principalmente se Deus os abandonasse. A dúvida entrou no coração do povo. “ Amizades” que promovem conversas vãs, dúvida, medo e angústia, devem ser evitadas. Precisamos agregar pessoas que edificam nossa vida e alimentam nossa fé. Amizades que nos fazem crer na promessa da “Terra Prometida” e não nas que nos fazem duvidar e desistir da promessa.

 

4- A dúvida é contagiosa ( Mateus 13.58).

Os conterrâneos de Jesus, O tinham visto partir como filho do carpinteiro, e agora O reencontram como Mestre, rodeado de discípulos. Contudo, apesar de conhecerem Jesus desde sua infância, eles duvidaram que Jesus fosse o Messias, isso os impede de acolherem a Palavra de Deus e a Sua revelação como o Ungido de Deus. Um contagiou o outro com dúvidas sobre Jesus, por isso eles não experimentaram muitas maravilhas que o Senhor operou. Onde há dúvidas, não há manifestação do poder de Deus, mas quando cremos Nele, experimentamos o sobrenatural.


5- O que você ouve repetidamente, determina o que você acredita( Salmos 16).

Davi realça a importância de Deus em sua vida, relembrando que seu futuro depende inteiramente do Senhor. Lembra o quanto é bela e grande a herança que Deus o destina e por este motivo, ele se alegra e agradece. Ele busca a palavra de Deus para ter esperança diante das dificuldades. Desse modo, a dúvida não entra em seu coração. Ao contrário, ele declara sua certeza na justiça de Deus e mostra que a confiança que ele tem em Deus é o que de mais importante ele possui. Vivemos em tempos onde ouvimos muito sobre violência, maldade, noticias ruins…Os noticiários nos fazem pensar e acreditar no pior. Contudo, precisamos ouvir aquilo que nos dá esperança e fé ( Rm. 10.17) e só a palavra de Deus pode fazer isso, assim como foi com o salmista, precisamos buscar na palavra pois ela gera fé em nosso coração para acreditar que para “Deus tudo é possível” e que Ele cuida de nós!

 

Conclusão

Existe um inimigo em nosso interior que tenta nos parar, nos desanimar, que mente para nós: A dúvida. Ela é um engano, uma mentira, é uma ação das trevas. Duvidar nos afasta da promessa. Porém, temos que crer em tudo que a palavra de Deus diz sobre nós. Somos seus filhos amados, estamos protegidos debaixo de Suas asas, nossa vida pertence a Ele. O Senhor é o nosso refúgio e fortaleza. Lancemos sobre Ele toda a nossa ansiedade pois Ele tem cuidado de nós. ( I Pe. 5.7). Não podemos limitar Seu poder diante das circunstâncias naturais. Não podemos alimentar a dúvida em nosso interior, quando ela sai de “cena”, aquilo que estava estabelecido por Deus, acontece! Olhemos para o alto, para o Senhor com a certeza e convicção de que Ele nos guarda, nos livra, nos protege, nos ama! O Senhor cuida de nós! Ele é o nosso pastor, nada nos faltará! Sem duvidar, tenhamos sempre a certeza e convicção que Deus é maior!

 

Interação
1- Você lembra de alguma situação em que a dúvida te paralisou ?
2- Diante das situações difíceis, a quem estamos dando ouvido? A dúvida ou a palavra de Deus?

 

Bibliografia:
Palavra ministrada pelo Pr. Cristiano Carvalho, na Ceia do Senhor. Na manhã de domingo do dia 05/08/18.
Estudo elaborado pela Dca. Silvia França
Arquivo PDF para download: Estudo Grupos Familiares – Semana 06 a 10 de Agosto
+Veja todas as fotos deste culto em nossa galeria

Notícias relacionadas

 

Grupos Familiares – O vestibular do Espírito Santo

Estudo XXXI (17/09 a 22/09/18) Tema: O vestibular do Espírito Santo Texto Bíblico: Lucas 4.1 e 2   Objetivos: Compreender que todo cristão passa por lutas, provas e tentações. Reconhecer que Deus tem o controle de todas as coisas.   Introdução: A tentação, as lutas e provações são realidades com as quais todo cristão, em… Leia mais

 

Grupos familiares – As manifestações da rebeldia no homem

Autoridade Espiritual Estudo XXX (10 a 15/09/18) Tema: As manifestações da rebeldia no homem Texto Bíblico: Romanos 13.5   Objetivos: Apontar as formas de rebeldia no homem. Compreender como essas formas se manifestam.   Introdução: A Bíblia diz que o coração do homem é enganoso (Jr 17.9). Ele é o que se deve guardar e… Leia mais