Grupos Familiares – O abuso de autoridade e a disciplina governamental de Deus

Este estudo para Grupos Familiares tem como objetivo entendermos que é o nome de Deus que deve ser glorificado, não o do homem. E compreendermos que a responsabilidade de quem exerce a autoridade sempre será maior diante de Deus

7 de maio de 2019   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

Estudo XIV – (06 a 10/05/19) 
Tema: O abuso de autoridade e a disciplina governamental de Deus
Texto Bíblico: Nm 20:1-12


Objetivos :

  • Entender que é o nome de Deus que deve ser glorificado, não o do homem.
  • Compreender que a responsabilidade de quem exerce autoridade sempre será maior diante de Deus.

 

Introdução:

A autoridade de uma pessoa baseia-se em seu ministério,e seu ministério(serviço),por sua vez,na ressurreição como vimos no estudo anterior sobre autoridade.Não devemos tentar ultrapassar a autoridade delegada a nosso ministério e fazer algo que Deus não mandou como se fosse a vontade Dele.Veremos neste estudo que ato como esse compromete o tomar posse das promessas de Deuse seja na vida pessoal, familiar, vida secular, igreja…etc

 

1º- A autoridade delegada deve glorificar o nome de Deus.

Depois de mais de 30 anos vagando pelo deserto, o povo de Israel tornou a esquecer as lições aprendidas com a rebelião.Quando chegaram ao deserto de Zim e não acharam água,tornaram a discutir com Moisés e Arão,agredindo-os com palavras desagradáveis. Não é incomum um líder ouvir palavras desagradáveis do(os)liderados quando estes estão descontentes com algo ex: pais ouvem dos filhos, um conjuge ouve do outro, professor ouve dos alunos…O modo como este líder reagir fará toda a diferença na sua própria vida pois ele representa a autoridade de Deus. A ordem de Deus a Moisés foi falar a rocha(Nm20:8)e Moisés bateu na rocha(Nm20:11)demonstrando ira com o povo e dando a impressão de que Deus estava irado com eles, pelo contrário, Deus quis saciar-lhes a sede.

 

2º – Ser autoridade delegada é um assunto sério.

Em consequência do incidente acima, Deus anunciou que Moisés e Arão não teriam permissão de entrar em Canaã.Tempos atrás quando a ira de Moisés se inflamou e ele quebrou em pedaços as tábuas em que Deus escrevera a lei(Ex 32:19)Deus não o acusou, foi o zelo por Deus e nessa atitude sua ira foi justificada, mas neste episódio ao ferir a rocha não foi zelo e sim sua ira, impaciência humana, que agiu. Deus teve que se manifestar e puni-los sentenciando-os a não entrar na terra da promessa tão esperada.
Se uma pessoa, lider ou liderado,falar descuidadamente e fizer algo de maneira que não santifique a Deus precisa arrepender-se imediatamente, deve haver temor nos assuntos divinos, pois, não tomar posse e não poder entrar na terra da promessa foi prova da seriedade do estar em posição de  autoridade delegada.Isto vale para nós hoje como foi para eles no passado.

 

Conclusão:

Ser autoridade delegada é representar Deus, seja na ira, seja na misericórdia uma autoridade sempre deve “ser” como Deus.Se em tal posição fizermos alguma coisa errada, devemos reconhecer que a atitude é nossa, jamais devemos envolver Deus em nossos erros. Ele mostrou ao povo de Israel que aquela atitude foi uma ação de Moisés.
Concluímos que de um lado devemos aprender a nos submeter e do outro lado, como representar a Deus.Abuso de autoridade é crime, é pecado.Tenhamos cuidado para não perder as ricas promessas.

 

Interação:

  • Com base neste estudo como você reagiria no lugar de Moisés?
  • Nesse tempo de impaciência que vivemos,você é reclamão?

 

Bibliografia:
Nee.Watchman
Autoridade espiritual/tradução Yolanda M.Krievin
4 ed.S.Paulo:editora Vida 2009

Arquivo PDF para Download: Estudo para Grupos Familiares XIV

Notícias relacionadas

 

Grupos Familiares – Viver em Santidade

Estudo XVI – (20 a 25/05/19)  Tema: Viver em Santidade Texto Bíblico: I Pedro 1. 15 e 16 Objetivos : Conduzir o cristão a uma reflexão sobre a santidade. Entender a santificação na vida prática.   Introdução: A Palavra do Senhor nos exorta a viver em santidade. No texto de I Pedro 1 há conselhos práticos  para a… Leia mais

 

Grupos Familiares – Subir ou Fugir

Estudo XV – (06 a 10/05/19)  Tema: Subir ou Fugir Texto Bíblico: Êxodo 19. 1 – 6 Objetivos : Desafiar a tomar decisão de subir para estar com Deus Reconhecer a importância de permanecer na presença de Deus.   Introdução: Ao terceiro mês da saída do povo de Israel  da terra do Egito,  Deus fala com Moisés no… Leia mais