Saul: Deus escolheu, Deus rejeitou

“Então disse O Senhor a Samuel: até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado”. 1Sm16:1

23 de fevereiro de 2017   /   Categoria:   /   Escrito por: Pr. Filipe Rezende

 

Recentemente tive a honra de ministrar uma mensagem baseada nessa passagem bíblica e seu conteúdo permanece ecoando em meu interior. Saul foi um exemplo de homem que teve todas as oportunidades para ser bem sucedido, mas porque ele era egoísta, vaidoso e desobediente, construiu uma história de fracasso emocional e espiritual. No começo de sua jornada ele foi escolhido por Deus para ser capitão do povo (1Sm9:16) e no final da carreira, Deus o rejeita de tal maneira que nem respondia mais as suas orações.

“E perguntou Saul ao senhor, porém o Senhor não lhe respondeu, nem por sonhos,nem por Urim, nem por profetas.”(1Sm28:6). 

Deus entregou Saul  aos seus próprios caprichos e vaidades e por causa disso ele piora ainda mais a sua situação consultando uma feiticeira, o que era abominação para Deus (1Sm28:8). Abaixo vemos o triste fim de Saul pode ser encontrado em:

“Assim, morreu Saul por causa da transgressão com que transgrediu contra o Senhor, por causa da palavra do Senhor, a qual não havia guardado e também porque buscou adivinhadora para a consultar e não buscou ao Senhor.” 1Cr 10:13

A pior coisa que pode acontecer ao ser humano, não é cair nas mãos de seus inimigos, e sim, ser rejeitado por Deus a ponto de entregá-lo aos seus próprios caprichos e vaidades. Quando Deus “entregou” Jó nas “mãos do inimigo”, Satanás tirou tudo de Jó, mas, não foi capaz de roubar a sua fé, nem levá-lo ao caminho de pecado. Jó sofreu muito, mas, “em tudo isso Jó não pecou e não culpou a Deus de coisa alguma”. Jó 1:22

Na carta de Paulo aos Romanos observamos claramente  que quando Deus deseja manifestar  seu juízo à homens imorais e perversos, Ele os entrega a si mesmos.

…pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, a imundícia para desonrarem seus corpos entre si; … Pelo que Deus os abandonou às paixões infames… E, como Eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém…” (Rm 1:24,2628)

Essa reflexão destina-se às pessoas que estão “em cima do muro”, brincando de ser crente, ou àquelas pessoas que dizem ser crente apenas para dar satisfação a alguém ou a sua própria consciência.  Não há mais tempo a perder, Jesus está voltando e virá resgatar uma igreja Santa.  Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará (GL6:9).

Precisamos refletir todos os dias sobre nossas escolhas e posicionamentos, pois, Saul não foi rejeitado de uma hora para outra, ouve um tempo em que ele atraiu a atenção de Deus. Sua queda espiritual foi gradativa, quando aos poucos  foi deixando de lado a voz profética, ignorando as orientações divina e agindo por conta própria, confiando em sua auto-suficiência.  Só há uma maneira de nos protegermos desse “laço”, que é amando e obedecendo a palavra de Deus, pois enquanto nós lhe dermos a devida importância, o Senhor pelejará a nosso favor, mas se um dia cairmos na tolice de desprezá-la. Podemos terminar nossos dias como Saul, Rejeitado por Deus, em profunda crise espiritual e atormentado por seus próprios temores.

Pr. Filipe Rezende, casado com Marcela e pai de Henrique, graduado em teologia pela FACETAN e Pós graduando em psicologia pastoral é pastor do Ministério de casais e famílias no PVN de Vilar dos Teles.

Notícias relacionadas