95% dos médicos irlandeses recusam realizar aborto

A aprovação da lei que permite o aborto até a 12ª semana de gestação na Irlanda causou um curioso movimento de reação: 95% dos médicos aptos a fazer o procedimento não se colocou à disposição do governo para atender as gestantes que queiram interromper a gravidez. O jornal irlandês Southern Star informou que menos de… Leia mais