Grupos Familiares – Nunca deixe de Sonhar

Este estudo tem como objetivo compreendermos que Deus tem prazer em trazer vida aos sonhos e identificar os inimigos dos sonhos.

31 de julho de 2018   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

Estudo XXV (30/07 a 04/08/18)
Tema: Nunca deixe de sonhar.
Texto Bíblico: I Samuel 1.1-20

Objetivos:

  • Compreender que Deus tem prazer em trazer vida aos sonhos.
  • Identificar os inimigos dos sonhos.

Introdução:

A narrativa fala de uma família que cumpria princípios e deveres. Era costume de Elcana, todos os anos, sair com toda a familia de Ramataim-Zofim a fim de oferecer sacrifícios ao Senhor em Siló. O texto relata a história de Ana, o exemplo de uma mulher cheia de fé, que mesmo diante das impossibilidades, não deixou de sonhar. Ana queria ser mãe. Ela tinha um relacionamento vivo e sincero com Deus, e não abriu mão dos bons planos Dele para sua vida. Ela era uma das esposas de Elcana, a que ele mais amava. A outra era Penina, a que gerava filhos. No costume da época era permitido ao marido ter uma segunda esposa caso a primeira fosse estéril. O objetivo era garantir a descendência dele. Mesmo sendo uma mulher que não deixou de sonhar, Ana teve que enfrentar quatro inimigos do sonho:

1º – Aqueles que querem matar o sonho (Vv. 6 e 7)

A infertilidade era uma maldição (Números 5:11-31) e motivo de tristeza para as mulheres de Israel, porque era considerado uma obrigação ter descendentes. A Bíblia diz que Deus não permitiu que Ana engravidasse, isso porque havia um propósito maior. A outra esposa de Elcana era Penina, uma mulher infeliz. Ao ver que Ana recebia uma parte excelente no sacrifício, Penina a irritava, de forma que Ana não conseguia tocar em sua porção tamanha a tristeza. Penina a humilhava e sentia prazer em zombar de Ana por ela não ter filhos. Penina queria matar o sonho de Ana. Precisamos ter cuidado ao escolher para quem contar nosso sonho. Não podemos permitir que pessoas ou situações roubem ou matem nossos sonhos. Deus é poderoso para cumprir aquilo que prometeu. Ele tem o controle de todas as coisas.

 

2º – Os que não conseguem sonhar junto (Vv. 7 e 8)

Elcana procurava agradar a Ana de todas as maneiras, por dois motivos: Por que a amava e porque percebia o semblante triste dela, como se lhe faltasse alguma coisa.
“Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?” (1 Samuel 1:8). Elcana não entendia a dor de Ana. Ele acreditava que o bom tratamento, as regalias e presentes eram suficientes para satisfazê-la. A insensibilidade espiritual dele não lhe permitiu perceber o que realmente importava, ele não sonhou junto com a esposa. Para ajudá-la, ele deveria se ajoelhar e orar junto pedindo um filho. Mas ele não sonhou com ela. Elcana era indiferente ao sonho da esposa. Há pessoas que não conseguem discernir nossos sonhos e, por isso, não sonham com a gente. Mas, o sonho que Deus colocou em nosso coração é nosso! Ainda que pessoas não sonhem junto, nem mesmo aquelas que estão próximas, não podemos deixar de sonhar.

 

3º – Os que não querem se envolver com o sonho (Vv. 12-14)

Ana perseverou em  orar perante o Senhor pelo tempo que foi preciso. O sacerdote Eli, seu líder espiritual a observava enquanto fazia isso. Contudo, ele não foi sensível à necessidade de Ana, ao contrário, ele a criticou e a julgou. Muitos servos de Deus não compreenderão nossa dor, e não se envolverão com nossos sonhos. Muitas pessoas farão a leitura errada dos nossos problemas. Mas, temos que olhar para o Senhor e continuar a sonhar.

4º – A demora da realização do sonho (Gl 6.9)

O texto de Gálatas nos mostra a importância de não cansarmos, pois no tempo de Deus ceifaremos. O tempo de espera e de humilhação não fez Ana deixar de sonhar, mesmo ele sendo o maior inimigo dos sonhos. O tempo prova nossa fé e perseverança. Precisamos buscar força em Deus, alegria e expectativa no Senhor. Na presença Dele, o tempo está ao nosso favor. Pois Ele tem o tempo certo e Seu tempo é perfeito. O tempo de Deus chegou para Ana. Ele agiu e a honrou. O Senhor se lembrou dela, e passado algum tempo, ela concebeu e teve um filho e lhe chamou de Samuel porque dizia: “Tenho pedido ao Senhor” (Vv.19 e 20). Muitas vezes, nosso tempo (chronos) não é o mesmo tempo de Deus (Kairós). Porém, quando os dois tempos se encontram, o milagre acontece. O tão esperado sonho é realizado pela boa mão do Senhor!

 Conclusão:

Concluímos que nenhuma impossibilidade pode nos fazer desistir de sonhar. Não importa se pessoas se levantem contra nosso sonho, não podemos permitir que os inimigos dos sonhos os matem. Deus tem prazer em dar vida aos nossos sonhos. Ele tem o controle de todas as coisas. Ana teve atitudes que mantiveram seu sonho de ser mãe vivo: A- Nunca deixou de orar (Sl 66.19); B- Entregou seu sonho para Deus (I Sm 1. 11); C- Não se deixou amargar (I Sm 1.15); D- Creu na palavra profética (I Sm 1.17 e 18). Que nossas atitudes sejam como as de Ana para que possamos ouvir: “Vai em paz, e o Deus de Israel te conceda a tua petição que lhe pediste”. Assim, nossos sonhos serão realizados no tempo de Deus! Por isso, NÃO DEIXE DE SONHAR!

   Interação:

  • Você já enfrentou algum inimigo do sonho?
  • Em algum momento da sua vida, você deixou de sonhar?

Bibliografia: Palavra ministrada pelo Pr. Cristiano Carvalho no Culto da noite de domingo em 29/07/18.
Arquivo PDF para Download: Estudo GF XXV (30 de Julho a 04 de Agosto 2018)
++Veja todas as fotos deste culto em nossa galeria

 

Notícias relacionadas

 

Grupos Familiares – O vestibular do Espírito Santo

Estudo XXXI (17/09 a 22/09/18) Tema: O vestibular do Espírito Santo Texto Bíblico: Lucas 4.1 e 2   Objetivos: Compreender que todo cristão passa por lutas, provas e tentações. Reconhecer que Deus tem o controle de todas as coisas.   Introdução: A tentação, as lutas e provações são realidades com as quais todo cristão, em… Leia mais

 

Grupos familiares – As manifestações da rebeldia no homem

Autoridade Espiritual Estudo XXX (10 a 15/09/18) Tema: As manifestações da rebeldia no homem Texto Bíblico: Romanos 13.5   Objetivos: Apontar as formas de rebeldia no homem. Compreender como essas formas se manifestam.   Introdução: A Bíblia diz que o coração do homem é enganoso (Jr 17.9). Ele é o que se deve guardar e… Leia mais