Grupos Familiares: Autoridade Espiritual

Este estudo tem como objetivo observar exemplos de rebeldia no Antigo Testamento e identificar as consequências na vida do ser humano

13 de março de 2018   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

Autoridade Espiritual
Estudo VII ( 12/03 a 16/03)
Tema:  Rebeldia e suas consequências

Texto Bíblico:  Gn 2. 16 e 17.

Objetivos :

  • Observar exemplos de rebeldia no AT.
  • Identificar as consequências da rebeldia na vida do ser humano.

Introdução:

Vimos no estudo anterior que Autoridade e Submissão são princípios imutáveis no reino de Deus, pois, só assim Deus é honrado, somos abençoados e satanás vencido. A rebeldia tem sua raiz na desobediência, onde a vontade humana se acha mais sábia e mais forte do que Deus. A finalidade desse estudo é instruir quanto ao perigo de se andar com rebeldia no coração e pensarmos que estamos agradando a Deus. Isso é um engano.

Exemplos de Rebeldia no Antigo Testamento

 

  • 1º –  Queda de Adão ( V.  16 e 17 ).

Depois que Deus criou Adão, o encarregou de algumas coisas, dentre essas, constava a ordem de não comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Essa recomendação foi mais abrangente que a simples proibição de não comer certo fruto. Significava que Deus estava colocando Adão sobre sua autoridade para que aprendesse a obedecer. De um lado Deus colocou todas as coisas da terra sob autoridade de Adão para que ele as dominasse, mas, do outro lado, Deus colocou Adão debaixo de sua autoridade para que obedecesse. Ele desobedeceu comendo o fruto. As consequências de sua desobediência mudou a história da humanidade e até hoje sentimos suas causas. Toda desobediência é rebeldia contra autoridade. Obedecer é a primeira lição de um cristão, submeter -se a autoridade, que está presente em todas as áreas da sua vida : Familia, trabalho, escola, igreja, sociedade… é um princípio imutável.

  • 2 º- A rebeldia de Cã ( Gn 9 V. 20 – 27).

Após o dilúvio Noé plantou uma vinha, mas, certo dia embriagou-se e ficou nú em sua tenda. Cã seu filho o viu e contou aos irmãos de forma irreverente e irresponsável, denegrindo a imagem e zombando de seu pai. No que se refere a conduta de Noé, é claro que estava errado: Não deveria ter se embriagado. Mas Cã fracassou ao não reconhecer a dignidade da autoridade. O pai é autoridade constituída por Deus no lar, os filhos devem ser instruídos nisso. A irreverência e “deboche” vem destruindo muitos jovens promissores e a sociedade atual caracteriza-se por uma irreverência sem limite aos pais. O rebelde deleita-se em ver defeitos na autoridade para poder desembaraçar-se de todas as restrições da obediência.

  • 3º –  A rebeldia de Corá, Datã e Abirão (  Nm 16. 1-4  ).

Esses homens representavam os que prestavam serviço a Deus e eram líderes, junto a eles mais duzentos e cinquenta lideres da congregação resolveram rebelar-se contra Moisés e Arão. Atacaram-nos com o argumento de estarem se colocando acima deles, pois também eram santos e Deus estava no meio deles também. “Talvez” fossem honestos no que disseram mas, foram desrespeitosos com Moisés e Arão. Falharam em ver a autoridade do Senhor, consideraram o assunto um problema pessoal, como se não houvesse uma autoridade constituída por Deus entre o povo. Moisés sabia que autoridade é escolha divina, não mérito humano. Corá, Datã e Abirão influenciaram outros lideres com sua inveja e rebeldia. A rebeldia é contagiosa!  O resultado foi que eles foram engolidos pela terra. Destruíram suas vidas e os planos que Deus tinha para eles. Essa narrativa bíblica nos deixa um sinal de alerta para que nunca nos coloquemos contra autoridade espiritual, pois o final é a destruição.

Conclusão: 

Podemos concluir que desde a queda de Adão a desordem prevalece no universo por consequência de sua rebeldia. Cada um pensa ser capaz de distinguir o bem do mal e julgar o que é certo e errado. Cada um pensa saber mais que Deus. Essa é a loucura da queda. Deus é quem decide o que é certo ou errado para o ser humano, pois Ele e as autoridades por Ele delegadas são inseparáveis. Deus em sua vontade soberana é perfeito. Vivamos uma vida de submissão as autoridades. Rebeldia não é para nós que somos remidos pelo sangue de Jesus! Rebeldia procede do diabo e traz consequências irreversíveis para o homem!

Interação:

  • Você  já se deparou com alguma situação devastadora que considera “Fruto da rebeldia?”
  • Cite um exemplo de rebeldia nos dias atuais.

Arquivo PDF para download: Grupos Familiares – Estudo VII – Autorida Espiritual

Bibliografia:

  • Nee, WATCHMAN-  Autoridade Espiritual. Tradução Yolanda M. KRIEVIM.
  • 4 Ed./ São Paulo : Ed Vida 2009.
  • A Bíblia Sagrada Revista e Atualizada
  • 2 Ed./São Paulo. Sociedade Bíblica do Brasil

Notícias relacionadas

 

Grupos Familiares – Os campos já estão brancos para a ceifa

Estudo XIX  (18/06  e  23/06/18) Tema:  Os campos já estão brancos para  a ceifa.   Texto Bíblico: João 4.35 Objetivos: Entender  a missão de pregar o evangelho. Reconhecer a urgência da colheita. Introdução:        É um privilégio, uma alegria poder estar na casa do Senhor, sentir Sua presença, ter comunhão com os irmãos.… Leia mais

 

Grupos Familiares – Autoridade Espiritual

Estudo XVIII (11 a 16/Junho/18) Tema: Deus estabelece seu reino. Textos Bíblicos: Hb 5.8 e 9 /  II Ts 1.8 /  I Pe 1.22 Objetivo: Observar como Deus estabelece o Seu reino baseado no princípio de obediência e autoridade. Introdução:     Assim como Deus garantiu o princípio da obediência por meio da vida de… Leia mais