Culto Dominical – Pr. Cristiano Carvalho

Nós precisamos orar para que o Senhor levante obreiros. Cabe a nós pregar. Não fomos chamados para dar fora em ninguém.

13 de fevereiro de 2018   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

“E depois disto designou o Senhor ainda outros setenta, e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara.  Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos. Não leveis bolsa, nem alforje, nem alparcas; e a ninguém saudeis pelo caminho”Lucas 10:1-4

Nós precisamos orar para que o Senhor levante obreiros. Cabe a nós pregar. Não fomos chamados para dar fora em ninguém.  Hoje em dia todo mundo tem uma lição de moral pra dar, principalmente nas redes sociais.  Não saudeis ninguém pelo caminho – Jesus estava incutindo neles um senso de urgência

Listamos três parâmetros da vida cristã:

1 – Nós somos embaixadores do reino.

“E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa. E, se ali houver algum filho de paz, repousará sobre ele a vossa paz; e, se não, voltará para vós. E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa. E curai os enfermos que nela houver, e dizei-lhes: É chegado a vós o reino de Deus. Mas em qualquer cidade, em que entrardes e vos não receberem, saindo por suas ruas, dizei:Até o pó, que da vossa cidade se nos pegou, sacudimos sobre vós. Sabei, contudo, isto, que já o reino de Deus é chegado a vós. E digo-vos que mais tolerância haverá naquele dia para Sodoma do que para aquela cidade”. Lucas 10: 5-12

Embaixador representa o governo. Você é um representante do Rei. Você é um embaixador do príncipe da paz. Tem gente negociando a paz que excede o entendimento. O problema não é receber coisas, ter bens…. O problema é viver para isso.

Embaixador do Rei vive para tratar assuntos do reino. Nós estamos muito preocupados com as coisas,  enquanto reino é para pessoas. Nós fomos chamados para pregar e não para converter, mas muitas vezes confundimos isso. Não despreze o poder da semente!  Se visitarmos uma pessoa enferma, devemos orar por cura. Deus fará conforme quiser, mas nós devemos fazer conforme ele mandou.

Isso não quer dizer que tudo que a gente fala, Deus é obrigado a respaldar. Mas significa que tudo que dizemos, as pessoas atribuem a Deus. Embaixadores não ficam jogando conversa fora. Eles falam o que tem que falar na hora que tem que falar.

“E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam. E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.” Lucas 10:17-20

Eles voltaram dando relatório da missão. O inferno não recua só quando as pessoas se convertem. O inferno não recua somente quando prevalecemos, ele recua quando obedecemos. Satanás não suporta um povo que obedece.  Mais importante do que viver todas aquelas coisas, é ter o nome arrolado no céu. Ele escreveu o nosso nome numa relação no céu. Nós precisamos proclamar essa verdade.

2 – Nós somos agentes de misericórdia.

“E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o, e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês? E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.” Lucas 10:25-37

Os judeus tinham a ideia de que o próximo só era outro judeu. Nós fomos chamados para demonstrar misericórdia com todas as pessoas que encontrarmos caídas.  Nunca se alegre com a queda de alguém. Ele nos chamou como agentes de misericórdia. Não fomos chamados para celebrar o mal de ninguém.

3 – Nós somos adoradores:

Quando somos adoradores, quando vivemos na presença de Deus, teremos misericórdia das pessoas. Quando vivemos na presença de Deus e somos misericordiosos, seremos embaixadores do Reino.  O adorador também trabalha, descansa, faz o que tem que fazer, mas quando Jesus chega ele não faz mais nada a não ser ficar aos pés do Senhor.

Quando paramos para meditar na palavra, estamos nos pés do Senhor. O adorador entrega, o misericordioso entrega, o embaixador entrega. Viver no Reino é uma benção!

[unitegallery Domingo1102]

Notícias relacionadas

 

Igreja é proibida de realizar cultos em seu próprio espaço, nos Estados Unidos

Uma igreja localizada em Laurel, no Condado de Prince George’s, Estados Unidos, continua travando uma batalha judicial para conseguir exercer a sua liberdade religiosa. Isso, porque, a Prefeitura do estado de Maryland proibiu que a denominação realize cultos, mesmo dentro do próprio espaço. A igreja comprou o estabelecimento com a intenção de fazer dele um polo… Leia mais