Comparar Jesus ao socialismo é idolatria à ideologia política; dizem estudiosos

O socialismo viola três dos dez mandamentos, viola a ordenança contra o roubo, porque o socialismo é de fato roubo

7 de agosto de 2018   /   Categoria:   /   Escrito por: Comunicação

 

A falácia do “Jesus refugiado” vem repercutindo mundo afora, como sendo uma das novas bandeiras argumentativas do socialismo. No entanto, estudiosos, especialistas e lideranças cristãs negam que o Filho de Deus possa ser comparado com os imigrantes atuais e alertam sobre o risco de negar a Deus em consequência de adorar uma ideologia.
O escritor cristão Tré Goins-Phillips, um dos editores do portal Faith Wire, criticou a tentativa de socialistas de associar a ideologia política a Jesus Cristo: “Ao anexar qualquer afiliação de um partido político ao Criador do universo, parece que estamos dando à nossa política uma grande valorização ou dando a Deus uma significativa desvalorização”, afirmou.

“De fato, um estudo recente descobriu que quanto mais as pessoas confiam no governo em busca de soluções, menos provável é que elas busquem respostas de um Deus benevolente”, acrescentou Goins-Phillips.

O escritor ponderou que, mesmo parecendo absurda, essa forma de apostasia tem se tornado comum, com cada vez mais pessoas usurpando politicamente a imagem de Jesus. “O apresentador da CBS Stephen Colbert, um professor católico, anunciou recentemente sua crença de que ‘Deus é um socialista’. Ele disse aos espectadores: ‘Jesus curava os leprosos, mas não cobrava um pagamento’”, comentou, citando o comunicador.

A verdade é que Deus simplesmente não é um socialista — ou um democrata, ou um republicano, ou um comunista, ou um libertário — porque se Ele endossasse totalmente uma estrutura social ou econômica ele também afirmaria que tal ideologia pode resolver eternamente os males da humanidade”, explicou Goins-Phillips.

Ao final, o escritor apontou verdades bíblicas a respeito do pecado e do plano de Salvação para aprofundar sua argumentação contra a ideologia política, lembrando que a humanidade tem natureza perversa e que nada construído por homens é perfeito.

“Somos seres caídos, intrinsecamente depravados, criados à imagem de Deus, mas distorcidos por nossa propensão ao pecado. Além da graça salvadora de Jesus Cristo, que nos chama à hospitalidade, generosidade e abnegação — todas as virtudes que o socialismo fornece apenas temporariamente — estamos destinados à destruição […] Não só o socialismo, mas qualquer outra ideologia política levada até o seu extremo mais extremo, se afunda ao afirmar ser a solução definitiva para o sofrimento humano e também assume perigosamente que, os seres humanos sempre agirão corretamente, mesmo que estes estejam deixados à sua própria sorte […] Em um simples olhar para a história do mundo, Joseph Stalin, da União Soviética; Adolf Hitler, da Alemanha; e Mao Tsé-Tung, da China; provaram que certamente este não é o caso”, finalizou.

Socialismo

No Brasil, a ideia em torno de Jesus como figura socialista vem sendo explorada por ativistas de esquerda, com associações a causas de grupos específicos. Já se falou, por exemplo, do “Jesus negro“, e mais recentemente, do “Jesus travesti“, em tentativas de se validar discursos e ações políticas, numa guerra cultural contra o conservadorismo.
Esse contexto se repete nos Estados Unidos, como descrito pelo editor Goins-Phillips em seu artigo. No entanto, a comunidade conservadora – que envolve cristãos e não-cristãos, demonstra estar atenta às manobras de distorção.

Um dos principais formadores de opinião do conservadorismo nos Estados Unidos, Ben Shapiro, afirmou que a ideologia socialista representa uma violação dos mandamentos bíblicos, e que portanto, precisa ser encarado com um olhar crítico. Ben Shapiro é um apresentador de rádio, escritor e palestrante norte-americano, que alcançou uma posição de destaque na formação de opinião devido à sua contundência em combater as ideologias e propostas por grupos de esquerda.

O socialismo viola três dos dez mandamentos, disse Shapiro a uma multidão de jovens durante a Conferência Nacional de Estudantes Conservadores da Fundação da América Jovem, na última quinta-feira, 02 de agosto, em Washington, DC. Idolatria, porque você não deveria adorar o governo, você deveria adorar a Deus; Viola a ordenança contra o roubo, porque o socialismo é de fato roubo, mesmo se você votar no roubo; E viola a ordenança contra o inveja – você não deveria invejar o seu vizinho, você não deveria cobiçar a propriedade do seu vizinho. Isso é o que é socialismo”, elencou.

O socialismo procura destruir o sistema de ação e consequência, conceituou Shapiro, alegando que o argumento de socialistas sobre países como a Dinamarca e o Canadá para provar que o socialismo funciona não é real, pois são países com políticas socialistas, mas não são socialistas. Segundo informações do portal CNS News, a escala de liberdade econômica da Fundação Heritage, os Estados Unidos ocupa a 18ª posição, enquanto países como Dinamarca, Suíça e Suécia têm uma classificação mais alta, o que indica uma política capitalista.

Até mesmo o primeiro-ministro da Dinamarca começou a se opor [à afirmação de que o país é socialista, pontuou Shapiro. O primeiro-ministro dinamarquês foi para a Harvard Kennedy School of Government e disse: ‘Eu sei que algumas pessoas nos EUA associam o modelo nórdico com algum tipo de socialismo, portanto, gostaria de deixar uma coisa clara: a Dinamarca está longe de ser uma economia socialista planejada. A Dinamarca é uma economia de mercado’, acrescentou.

Ao comparar outros países com os Estados Unidos sobre políticas econômicas, aqueles que acreditam no socialismo devem estar cientes das diferenças na cultura e no tamanho das economias, disse Shapiro, citando que cultura e população são muito diferentes nos EUA do que nos países socialistas.
Além disso, as pessoas que são consideradas “pobres” nos Estados Unidos não são consideradas pobres em outros lugares do mundo. “A riqueza não é criada pelo socialismo; o sofrimento é criado pelo socialismo”, observou.

Notícias relacionadas

 

Devocionais – Razões Para Viver Uma Vida Santa

Todas as vezes que a bíblia fala sobre o nosso futuro, há uma exortação para que vivamos em santidade. Deus não nos dá profecias bíblicas para nos atormentar, entreter ou empolgar; Ele nos dá profecias bíblicas para dizer: “Acordem e prestem atenção! Vivam uma vida em santidade porque Jesus Cristo está voltando.”   Segunda Pedro… Leia mais